domingo, maio 27, 2001

Hoje, final de domingo, estou aqui a pensar na sistematização de mais um capítulo..A sistematização interna de cada capítulo contribui para o melhor fluxo do texto e das propostas nele contidas. Estou lendo a docência feminina em artes visuais no Brasil, sob os pressupostos da teoria educacional crítica..Este capítulo é o núcleo da tese.....Nele eu apresento as possíveis respostas q a tese pode apresentar....

domingo, maio 20, 2001

Relendo o que acabei de escrever neste blog, aproveito para expor um a preocupação que a linguagem da net nos apresenta: erros de digitação e gramática cometidos, com freqüência, pela rapidez que a rede exige, e que parecem estar se tornando estruturais. Não somente, conjunturais. Estarão nossos estudantes - crianças e adolescentes -desenvolvendo sua capacidade de expressão escrita, com estas mesmas características???
Estou feliz por poder compartilhar com os interessados nas pesquisas na área da educação, este blog. Aqui narro meu cotidiano, a partir da metade da construção de minha tese de doutorado. Decidi abrir este percurso pra desconhecidos navegantes virtuais, porque considero fazer ciência um ato extremamente solitário. Contraditório falar em solidão justamente em um momento que sem te estar aberta ao conhecimento humano, abolindo preconceitos.Afinal, por mais deslegitimado que seja um saber, ele poderá vir a contribuir, e muito, para a realização do que nos propomos. Pesquisadores são seres solitários, porém, intensamente conectados ao universo. Mesmo quando, em alguns momentos, afastam-se materialmente de outros seres humanos. Fazemos ciência porque somos humanos. Fazemos ciências para sermos mais humanos.